Oftalmologista fala sobre o uso de flash com bebês

Oftalmologista fala sobre o uso de flash com bebês

Muitos fotógrafos e principalmente os clientes, tem dúvidas sobre o uso de flash com bebês

Existem muitos questionamentos sobre o uso de flash com crianças e principalmente bebês, ainda mais depois de uma notícia falsa que se espalhou nas mídias sociais. Trouxemos a opinião da Oftalmologista Dr. Natacha Cavasini Hoffmeister que trabalha no Hospital dos Olhos de Santa Catarina, e nos revela que a cegueira por flash é bastante improvável. “Não há inclusive, fatos semelhantes relatados na literatura médica. O mais provável é que o bebê já apresentasse alguma patologia ocular, e o fato só foi percebido pelos pais após a foto” esclarece a Oftalmologista. A Dr. Natacha revela que o flash não tem potencial para causar dano visual permanente, muito menos de maneira instantânea, visto que sua intensidade não é tão grande e o tempo do estímulo é muito rápido.

“Existem exames rotineiramente utilizados na prática oftalmológica, até mesmo em recém-nascidos, como a retinoscopia e o mapeamento de retina, que possuem intensidade igual ou maior à do flash. A exposição inadvertida à luz solar, que contém radiação ultravioleta, por exemplo, pode ser mais nociva do que o próprio flash. Vale lembrar ainda, que algumas patologias oculares potencialmente graves podem ser detectadas pela alteração no reflexo dos olhos em fotografias tiradas com flash” complementa a Dr. Natacha.

Tanto os fotógrafos profissionais quando Oftalmologistas, deixam claro que se o flash usado com bom senso, à fotografia pode ser até uma boa prática inclusive para prevenção. Confira a opinião de mais duas fotógrafas profissionais:

“Acho que se os fotógrafos sempre buscarem conhecimento e se aprofundarem em todos os assuntos relacionados à fotografia de newborn, nada irá passar despercebido. Nós não usamos flash, já li muito a respeito e sei que o tempo de exposição do flash não é suficiente para causar um dano assim ao bebê, porém, às vezes a luz pode incomodar. Por essa razão, preferimos trabalhar com a luz natural. Vi muitos fotógrafos compartilhando a matéria falsa e usando isso para se promover ao invés de buscar informações verídicas a respeito do assunto. Para quem usa flash, o ideal é que use rebatido, e não diretamente no bebê pode rebater no teto, assim a luz vem mais suave”.

“Ouvi vários Oftalmologistas e a opinião da maioria é que o flash não faz mal. Eles dizem que são milésimos de segundo e que a luz não faria um dano assim. Porém, sempre que for necessário usar flash recomendo o uso de um hazze bem grande, difusor ou então se for flash dedicado rebater no teto. Importante nunca usar o flash direto nos olhos do bebê para não incomoda-lo. Sempre na potência mínima, rebatido ou com softbox ou globo que deixam a luz difusa. Eu não uso flash, só luz natural, mas se precisar de uma luz complementar uso um globo”.

Caso você ainda tenha alguma dúvida sobre o uso de flash com bebês e crianças, a Dr. Natacha está disponível para esclarecimentos.

Dra. Natacha Cavasini Hoffmeister – Oftalmologista
CRM-SC 15.598 RQE 11.648
www.facebook.com/Natachacavasinioftalmologia
Hospital de Olhos de Santa Catarina
Telefone (47) 33670077

Fonte: Portal Photos

Filled Under : blog